Rede de Turismo e Comunidades de Santo Antão


Nossa História

A Rede Turismo e Comunidades de Santo Antão resulta do projeto de promoção de emprego local no âmbito do turismo rural de base comunitária, financiado pela Cooperação Luxemburguesa e executado pela Lux-Development através do Programa Emprego e Empregabilidade. A rede integra 9 unidades de alojamento e restauração, enquadrados no conceito de turismo rural, comunitário e solidário e um Info-Point localizado na cidade do Paul. Cada unidade procura recriar a história e as tradições ligadas à sua comunidade, tirando o melhor do seu ambiente rural, da sua paisagem e das características naturais únicas que a ilha de Santo Antão propicia.

Reforçar e melhorar a participação das associações comunitárias na cadeia produtiva do turismo da ilha Santo Antão, tendo em vista um desenvolvimento económico e social inclusivo e ambientalmente sustentável, mediante um aproveitamento racional dos recursos endógenos constituiu o principal objetivo desse projeto.

As 10 unidades estão localizadas nos 3 concelhos da ilha de Santo Antão, nomeadamente: Porto Novo (Planalto Norte, Planalto Leste - Esponjeiro, Pico da Cruz), Paul (Santa Isabel e Vila das Pombas) e Ribeira Grande (Monte Joana, Figueiral, Lagoa e Garça de Cima).

As unidades são geridas por associações comunitárias que atuam em dinâmicas de desenvolvimento local, na proteção ambiental, no empoderamento de jovens e mulheres e na promoção de atividades geradoras de rendimento.

Um contributo estruturante da Cooperação Luxemburguesa na promoção do turismo sustentável na ilha de Santo Antão e promotor de impactos positivos nas comunidades locais.


Nosso Propósito

Valorizamos a resiliência, a ruralidade, a vida agreste e as tarefas no dia a dia, bem como as práticas comunitárias, maioritariamente de natureza solidária e colaborativa.

Promovemos um turismo sustentável e com impacto positivo junto das comunidades.


Nossos Parceiros

Promotor e Financiador: Programa Emprego e Empregabilidade da Cooperação Luxemburguesa.

Parceiros de implementação: A execução contou com o forte envolvimento do Governo de Cabo Verde, através do Fundo de Promoção do Emprego e da Formação (FPEF) e da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV), com a assessoria técnica da ONG espanhola CERAI.

As associações e as respetivas unidades contaram igualmente com o apoio técnico e financeiro das Câmaras Municipais dos respetivos concelhos.

Parceiros institucionais: Fundo da Sustentabilidade Social para o Turismo, Instituto do Turismo, Instituto de Emprego e Formação Profissional.


Parceiro Financiador


Parceiro Institucionais


Inauguração da Rede Turismo e Comunidades de Santo Antão

LOADING

{{main_Video.Title}}

{{main_Video.Description}}

{{video.Title|uppercase}}

{{video.duration}}

Feedback

Chat